Quais as consequências de um capital de giro mal administrado?

Compartilhar

Sem capital de giro, a possibilidade de sobrevivência de uma empresa diminui significativamente. A função desse recurso é assegurar a continuidade das operações. Por isso, ele é um dos critérios mais relevantes para a estabilidade financeira do negócio.

Se fizermos uma comparação com o corpo humano, esse montante seria equivalente ao oxigênio. Devido a essa característica, dado de pesquisa publicado no Portal Educação indica que os gerentes financeiros de empresas de pequeno porte dedicam aproximadamente 90% de seu tempo para a gestão desse capital.

Diante desse cenário, uma dúvida vem à mente: quais são as consequências da má administração? É o que vamos tratar neste artigo. Também abordaremos a importância e como um serviço específico pode contribuir para o equilíbrio financeiro. Continue!

Por que é importante controlar o capital de giro?

Esse recurso é composto por uma quantia específica — a depender da necessidade da empresa — que representa os bens passíveis de conversão em dinheiro em curto prazo. Alguns exemplos são: saldo de caixa e da conta corrente, contas a receber, aplicações financeiras e produtos em estoque.

A partir do conhecimento da necessidade e do quanto a companhia tem de capital de giro, é possível compreender melhor a situação financeira do negócio e atingir alguns objetivos importantes, como:

  • pagar as contas no curto prazo;
  • suprir necessidades referentes às despesas operacionais;
  • aumentar a segurança do negócio;
  • equilibrar as contas de passivo e ativo;
  • permitir a criação de riqueza em longo prazo.

Perceba que uma das funções de conhecer o recurso necessário para a manutenção das operações é saber quanto se deverá pagar em curto prazo e equilibrar com os investimentos necessários. A partir do controle das contas, você consegue planejar, conduzir e organizar a análise de créditos para garantir a quitação das dívidas em dia.

Além disso, fica claro que o capital para manutenção das atividades tem relação direta com a geração e a circulação de lucros para a empresa. Isso acontece porque a movimentação dos valores depende de comprar, produzir e vender estoque — e todas essas atividades dependem dos recursos financeiros destinados às despesas operacionais.

Quais as consequências de um capital de giro mal administrado?

A gestão estratégica depende do equilíbrio das contas, a fim de que elas ofereçam o suporte necessário para o funcionamento saudável do negócio. Com a preservação do capital, o negócio está mais seguro, ao mesmo tempo que o gestor pode tomar decisões mais acertadas e aproveitar as oportunidades que surgirem.

Por outro lado, a má administração desse recurso implica vários pontos negativos, como os que listamos abaixo.

Comprometimento das atividades da empresa

A administração do capital voltado ao funcionamento do negócio é um fator estratégico para a continuação das atividades. Ao ignorar esse cuidado, o gestor deixa de honrar seus compromissos e passa a comprometer seu relacionamento com os fornecedores. Da mesma forma, não consegue investir e isso, consequentemente, impede a expansão das operações.

Acúmulo de dívidas

A ausência de capital para o giro e a continuação das atividades exige que o empreendedor busque empréstimos e financiamentos para cumprir seus compromissos. No entanto, esse processo vira uma “bola de neve”, com o acúmulo de dívidas para o pagamento de outras contas futuras. No longo prazo, essa situação pode representar até a falência do negócio, devido à aplicação de multas e juros.

Indisposição com fornecedores

O relacionamento com os parceiros é altamente prejudicado pelos atrasos nos pagamentos. Em um primeiro momento, fica mais difícil negociar boas condições de pagamento e obter descontos. No longo prazo, pode representar até o impedimento de novas aquisições de produtos ou matérias-primas.

Insatisfação dos colaboradores pelo não pagamento do salário

O atraso no pagamento do salário aos colaboradores é um fator grande de desmotivação. Automaticamente, há prejuízos à produtividade e à qualidade dos produtos e dos serviços.

Esse processo também dificulta a retenção de talentos e danifica a imagem da empresa perante outros profissionais, que deixam de considerar a companhia como um bom local para trabalhar. Em outras palavras, também há problemas para a atração de novos colaboradores.

Como a Antecipação de Recebíveis pode manter o equilíbrio das finanças de uma empresa?

Existem diferentes maneiras de obter capital para uso em curto prazo na sua empresa. Porém, a maioria implica juros e multas elevados, que corroem o poder de utilização do valor obtido. Por isso, é essencial executar um bom planejamento, com a análise dos fechamentos mensais para prever eventuais problemas e evitar o ciclo de acúmulo de dívidas.

É aí que a Antecipação de Recebíveis, serviço oferecido pela One7, se diferencia. A ideia é bastante simples: antecipar valores que serão recebidos pelo caixa em curto prazo para assegurar o pagamento de contas, pagar o salário dos colaboradores, adquirir matéria-prima e insumos à vista, ajustar desequilíbrios de caixa etc. 

Em cima do montante adiantado é descontada uma pequena taxa. Com esse valor recebido, as finanças da empresa são equilibradas e você pode voltar a analisar o fluxo de caixa, projetar recebimentos e pagamentos, e considerar investimentos para expandir o negócio.

Além disso, a negociação com os fornecedores é aprimorada e você tem mais poder de barganha. Consequentemente, a competitividade do negócio também é melhorada, principalmente porque você tem a chance de se preparar para investimentos e garantir um preço viável dos seus produtos ou serviços no mercado.

Resumindo: fica evidente que o capital de giro é essencial para a sobrevivência do negócio. Ele é o primeiro passo para uma boa gestão financeira do negócio, porque é a partir desse recurso que se torna possível honrar os compromissos e garantir uma melhor negociação com fornecedores. Da mesma forma, você aumenta a competitividade do seu negócio e alcança melhores resultados, além dos objetivos traçados.

Então, que tal conhecer mais sobre a Antecipação de Recebíveis e entender como sua empresa pode se beneficiar? Entre em contato conosco e entenda o funcionamento do serviço e suas particularidades.


Compartilhar

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *