O que são índices de liquidez e como calcular6 min de leitura

Compartilhe este artigo

Atualmente existem inúmeras ferramentas para o bom gerenciamento do seu negócio. Porém, saber entender quais são as mais eficazes para a tomada de decisão é fundamental para a saúde financeira da sua empresa.

Diante disso, compreender a importância dos índices de liquidez é essencial para o controle dos recursos financeiros do seu negócio, pois eles são responsáveis por demonstrar a eficiência da empresa, ou seja, como a empresa está capacitada para honrar com suas obrigações.

O que são os índices de liquidez?

Os índices de liquidez são indicadores que medem a capacidade da empresa cumprir com seus pagamentos, sejam de longo ou curto prazo. Eles têm por finalidade comparar quantitativamente os direitos com as obrigações da empresa para, assim, demonstrar a real situação da organização.

Para que essa análise seja realizada de forma correta é imprescindível que a sua contabilidade seja realizada corretamente, pois todos os dados são retirados dos demonstrativos contábeis, tendo como principal demonstrativo o balanço patrimonial.

No entanto, vale lembrar que esses índices servem como base das informações e não devem ser analisados separadamente, mas sim como parte de um todo, englobando os demais fatores determinantes para o bom desempenho da sua empresa.

Como analisar os índices de liquidez?

Entender o que os números demonstram é a premissa para uma tomada de decisões correta e eficiente, gerando assim o sucesso do seu empreendimento.

Enfim, de nada adianta você saber quais são seus índices de liquidez se não souber como eles refletem no seu negócio. Diante disso, entenda como é a análise desses indicadores:

  • Índice de liquidez maior que 1 — significa que a empresa possui valores, que comparados com as obrigações, seriam suficientes e ainda teria uma sobra;
  • Índice de liquidez igual a 1 — demonstra que os bens e direitos estão igualados às obrigações, isto é, a empresa pagaria todas as suas obrigações, mas estaria zerada;
  • Índice de liquidez menor que 1 — significa que a empresa não conseguiria cumprir com suas obrigações de curto prazo.

Sendo assim, é aconselhável o estudo dos quatro principais indicadores de liquidez de forma conjunta e comparativa. Obviamente, observando sempre o ramo de atividade e a realidade do mercado atual.

Quais são os principais índices de liquidez?

Geralmente a contabilidade está integrada ao dia a dia dos gestores das empresas. É por meio dela que os principais indicadores de liquidez são demonstrados, com o intuito de esclarecer a capacidade da empresa.

Entre esses indicadores, podemos citar: índice de liquidez geral, índice de liquidez seca, índice de liquidez corrente e índice de liquidez imediata.

Basicamente, eles analisam as obrigações de curto prazo, de longo prazo e as imediatas.

Veja um pouco mais sobre cada um deles.

Índice de liquidez geral

Esse indicador tem por finalidade demonstrar a situação da empresa a longo prazo, permitindo uma visão mais ampla da saúde financeira dos negócios.

Para realizar esse cálculo são utilizadas as contas de curto prazo, representadas pelo ativo circulante e o passivo circulante, além das contas de longo prazo, que são constituídas pelo realizável a longo prazo e o exigível a longo prazo.

Veja a fórmula:

Liquidez geral = (ativo circulante + realizável a longo prazo) / (passivo circulante + exigível a longo prazo)

Em números, esse indicador demonstra quanto a empresa possui de ativos para cada R$ 1 de dívidas, fortalecendo o conceito de, quanto maior, melhor.

Outra questão importante a ser considerada a partir dessa informação é que se a empresa parasse suas atividades neste momento, ela conseguiria quitar suas dívidas sem precisar mexer no seu ativo permanente.

Índice de liquidez corrente

Esse índice mede a capacidade da empresa de quitar suas obrigações de curto prazo, pois utiliza as contas que constituem o ativo circulante e o passivo circulante. Novamente, essa informação demonstra quanto maior o índice, maior a capacidade de pagamento da empresa com seu capital de giro.

Veja como calcular:

Liquidez corrente = ativo circulante / passivo circulante

Se o resultado desse cálculo for maior que R$1, de maneira geral, significa que a empresa possui capital de giro positivo; se o índice for menor que R$ 1, demonstra que o capital de giro é negativo, ou seja, ativo circulante menor que o passivo circulante.

Índice de liquidez seca

Essa medida indica o poder de pagamento da empresa, sem vender seus estoques, em comparação com as dívidas de curto prazo, pois entende-se que o estoque faz parte da atividade da empresa, portanto, algo necessário para a continuação dos negócios.

Veja como calcular:

Liquidez seca = (ativo circulante – estoque) / passivo circulante

Em comparação ao índice de liquidez corrente existem grandes similaridades, porém essa fórmula tende a ser mais cautelosa no seu cálculo e, inevitavelmente, seu valor tende a ser menor, pois exclui o estoque.

Índice de liquidez imediata

Como o próprio nome menciona, esse indicador procura verificar as disponibilidades imediatas da empresa, como caixa, bancos e aplicações de liquidez imediata. Nota-se também que, além dos estoques, esse índice exclui os valores de contas a receber.

O índice de liquidez imediata pode ser calculado conforme a seguinte fórmula:

Liquidez imediata = disponível / passivo circulante

Esse indicador pode variar constantemente devido ao fato de utilizar apenas as contas do disponível. Outra situação que deve ser considerada é a variação do mercado financeiro, que influencia diretamente nos resultados.

Resumidamente, a liquidez imediata tem por finalidade verificar a situação da empresa diante das suas obrigações em curto prazo, mostrando se os valores disponíveis seriam capazes de liquidar tais dívidas.

Como já mencionado, a análise desses indicadores deve ser realizada de forma conjunta. Independentemente da forma como cada indicador reflete a realidade da empresa, deter-se a estas informações de forma isolada seria um equívoco.

O aprimoramento dos estudos voltados à tomada de decisões é fundamental para o sucesso dos negócios, compreender de fato as informações que a contabilidade dispõe para o seu empreendimento é primordial para alavancar seus resultados por meio de ações efetivas.

Agora que você sabe como os índices de liquidez são importantes para a tomada de decisão, continue acompanhando nossos conteúdos sobre gestão financeira!

Para entender melhor como é a atuação da One7 e no que ela pode te ajudar, acesse o site ou se preferir, preencha o formulário abaixo que um de nossos especialistas entrará em contato.

Deixe um Comentário

Artigos relacionados

Entenda como transformar uma MEI em LTDA
Dicas Executivas

Entenda como transformar uma MEI em LTDA 

Transformar um Microempreendedor Individual (MEI) em uma Sociedade Limitada (LTDA) é um processo que envolve diversos passos e requer atenção a vários requisitos e detalhes.

Receba informações sobre crédito, finanças, e gestão empresarial.
Assine nossa newsletter: