Como organizar a gestão de uma pequena fábrica?5 min de leitura

Organizar a gestão
Neste artigo separamos algumas dicas de como organizar a gestão de uma pequena fábrica. Então, fique conosco até o final e saiba mais sobre.

Compartilhe este artigo

Para alcançar bons resultados em uma empresa, são necessárias algumas ações para melhorar os processos e mantê-la em desenvolvimento. Um desses meios é a gestão empresarial.

Nesse processo, é realizada a estruturação das empresas, segundo um determinado modelo de trabalho, com foco no auxílio para que o gestor tome decisões mais assertivas e seguras.

Por mais que muitos acreditem que apenas as grandes empresas precisam da gestão empresarial, essa prática é ainda mais fundamental para as pequenas empresas, já que consegue auxiliar em diversos pontos, como no financeiro, pessoal e em momentos de crise.

Desse modo, separamos algumas dicas de como organizar a gestão de uma pequena fábrica. Então, fique conosco até o final e saiba mais sobre.

Realize a gestão financeira da sua fábrica

A princípio, para qualquer negócio se manter no mercado, o lucro é fundamental. Em geral, uma das maiores responsabilidades da parte administrativa, é ter rentabilidade e cuidar das finanças, sendo fundamental a entrada de boas quantidades e bom uso de dinheiro.

Desse modo, o empreendedor, responsável pela gestão de pequenas fábricas, deve realizar acompanhamento de perto dos indicadores de desempenho. Para isso, o melhor meio é fazer a listagem dos números por categorias.

Os indicadores que precisam ser observado perto são:

  • Fluxo de caixa;
  • Saldos de contas correntes;
  • Contas a pagar e receber;
  • Despesas fixas e variáveis;
  • Recebíveis programadas e em atraso;
  • Planejamento orçamentário de compras e investimentos.

Evite despesas desnecessárias

Em uma fábrica, uma das maiores falhas de uma má gestão, são as despesas desnecessárias. Afinal, ao gastar mal, é provável que você tenha que trabalhar desnecessariamente.

Desse modo, ter um bom controle de despesas pode favorecer para melhorar a rentabilidade da sua fábrica. Para isso, é necessário utilizar algumas ferramentas que podem favorecer esse ponto.

Seja um software ou por meio de planilha, é possível traçar e estabelecer quais despesas podem ser eliminadas ou reduzidas. Quanto menos despesas, maior é o faturamento e o dinheiro em caixa da sua fábrica.

Além de tudo, os estabelecer o valor exato de uma pendência, permite o gestor a fazer negociações e encontrar meios mais vantajosos para o financeiro da sua fábrica. Por isso, na boa gestão, cuidar do financeiro é um ponto fundamental.

Análise de concorrência

Outro ponto importante de uma boa gestão, é a análise de concorrentes, afinal, para compreender os passos, é necessário conhecê-los bem. É importante destacar que as empresas, por mais que sejam do mesmo segmento, podem não ser concorrentes diretos.

Desse modo, um ótimo meio para saber quem compete com a sua empresa, é aqueles que atingem o mesmo público. Além de tudo, essas ações também são importantes para estabelecer quais as melhores estratégias de Marketing.

Na análise de concorrência, também permite estabelecer quais são os pontos fortes e fracos, assim, você pode utilizá-los como oportunidade para a sua fábrica. Ainda mais, esse ponto também é fundamental para estabelecer um planejamento estratégico, favorecendo seus conhecimentos sobre o mercado e os clientes.

Tenha sempre organização

A organização e administração são dois pontos que devem andar lado a lado. Para manter a organização de uma pequena fábrica, quando se trata da gestão, é necessário ter tudo bem documentado.

Para isso, é importante ter ações de registros eficientes, assim, evita que a gestão deixe algum compromisso passar despercebido ou de cumprir algum dentro do prazo. Algumas ações para organizar melhor o seu negócio, são:

  • Faça programações das campanhas de marketing e redes sociais;
  • Estabeleça rotinas de atendimento, favorecendo para padronizar e melhorar a qualidade dos serviços;
  • Digitalize arquivos e salve na nuvem. Isso garante que você não perca arquivos importantes;
  • Realize um inventário de todos os locais usado para o armazenamento, seja físico ou virtuais;
  • Deixe a caixa de entrada de e-mails sempre limpas, evitando o acúmulo de informações desnecessárias.

Além de tudo, essa organização não deve ser feita em um primeiro momento, mas sempre, manter esse hábito. Em geral, uma das partes que é mais desafiadora no processo de gestão de uma fábrica, é se manter consistente.

Para auxiliar nesse ponto, é sempre deixar claro: a missão, visão e valores da sua empresa.

Se atente a gestão de estoque

Sem dúvidas, o estoque é um dos pontos mais importantes de uma fábrica. Seja o armazenamento para uso interno ou para as vendas, sempre é necessário ter uma boa organização.

Desse modo, com um bom planejamento de estoque, possibilita planejar melhor as compras, calcular o giro das mercadorias da sua fábrica, além de diminuir a necessidade de utilizar o dinheiro do caixa.

Em uma fábrica, produto parado é sinônimo de dinheiro parado. Por isso, em um armazenamento, é fundamental ter apenas o necessário. Mas, é de suma importância ter um inventário, a lista que estabelece quantidade, qualificações e classificação de todos os itens no armazém.

Assim, todos os produtos que entram ou saem, devem ser cadastrados e baixados, além de sempre conferir perdas ou inconsistências. Ainda mais, com o tempo, o controle de estoque também favorece para que você consiga fazer melhor planejamento de compras, fator crucial para o setor financeiro da sua fábrica.

Opte por um software de gestão para pequenas empresas

Sobretudo, um software de gestão de uma fábrica é responsável por diversos pontos, até mesmo quase todas as atividades citadas no texto. Afinal, é responsável por unir todas as funções, desenvolvendo relatórios para permitir que o gestor consiga administrar seguindo um determinado planejamento.

Além de tudo, essa ferramenta também pode auxiliar a fábrica a alcançar mais espaço no mercado, oferecendo todos os dados para serem estabelecidas essas estratégias. Outra ótima vantagem é diminuir os gastos em relação à gestão, já que será unida por meio do software.

O ERP, Enterprise Resource Planning, também conhecido como Sistema de Gestão Empresarial, é um grande exemplo de software, além de ser bastante usado nas pequenas fábricas, já que é possível acessar todas as informações processadas no sistema.

Gostou do nosso post e quer saber mais? Então, nos acompanhe no LinkedIn.

Deixe um Comentário

Artigos relacionados

Entenda como transformar uma MEI em LTDA
Dicas Executivas

Entenda como transformar uma MEI em LTDA 

Transformar um Microempreendedor Individual (MEI) em uma Sociedade Limitada (LTDA) é um processo que envolve diversos passos e requer atenção a vários requisitos e detalhes.

Receba informações sobre crédito, finanças, e gestão empresarial.
Assine nossa newsletter: