Como definir prazo médio de pagamentos e recebimentos?

Compartilhar

O controle do fluxo de caixa de uma empresa é uma das coisas mais importantes que um gestor precisa observar pois, levar em conta o prazo médio de pagamento e recebimento, aumenta o controle do negócio, além de ampliar os lucros.

Quando o empresário administra corretamente esses prazos, é possível determinar exatamente se a empresa terá receita suficiente para arcar com todas as suas obrigações, como as despesas fixas e variáveis, o salário dos colaboradores, os custos operacionais, a tributação e outros encargos.

Dessa forma, preparamos este artigo para que você entenda exatamente qual a importância de conhecer esses prazos e definir a melhor forma de controlá-los para benefício de sua empresa. Acompanhe!

Afinal, o que é prazo médio de pagamento e recebimento?

Esses prazos referem-se ao registro de todas as entradas e saídas de receitas, dentro de um empreendimento, por um certo período. Melhor dizendo, são as movimentações financeiras que ocorrem na empresa, em um prazo estipulado, que devem ser incluídas no fluxo de caixa, como empréstimos, contas a pagar e receber, rendimentos, receitas, reembolso a clientes, dentre outros.

Prazo médio de pagamento

Esse é o período que vai desde a data em que a compra de um serviço ou produto foi efetuada até a ocasião em que o pagamento cairá no caixa da empresa.

Pode-se exemplificar isso com as compras parceladas. Quando um empreendimento adquire material para a produção, com algum fornecedor, e divide o pagamento em, por exemplo, duas vezes, o prazo médio de pagamento será de 50% à vista e 50% depois de um mês.

Prazo médio de recebimento

O prazo médio de recebimento é o período que vai desde a realização da venda de um produto ou serviço de uma empresa até o recebimento efetivo no caixa. Um exemplo seria o momento em que um empreendimento realiza uma venda parcelada em 3 vezes. Assim, o prazo médio de recebimento seria de 0% à vista, 33% depois de um mês, 33% após dois meses e 34% ao final de três meses.

Qual a importância de conhecer esses prazos?

Como essa política de prazos interfere diretamente na necessidade de capital de giro na sua empresa, ela também influencia diversas decisões estratégicas do negócio.

Dessa forma, caso uma empresa projete determinadas vendas de um produto no valor de R$ 100, dando 30 dias para seus clientes efetuarem o pagamento de R$ 50 à vista, pela ótica econômica, esse é um ótimo negócio, uma vez que, a cada R$ 100 vendidos, o empreendimento fica com R$ 50, totalizando 50% de margem de contribuição.

No entanto, observando por outro lado, a empresa paga pelo produto à vista e leva 30 dias para receber o capital da venda, ficando, nesse período, sem o restante do dinheiro. Assim, se a estrutura de pagamentos e recebimentos de sua empresa estiver desbalanceada, alguns desembolsos podem resultar no pagamento de juros, ao utilizar capital de terceiros para financiar suas operações.

Por isso, é preciso ter cautela e sempre contar com um valor de sobra em seu caixa.

Como ter equilíbrio relacionando-se com fornecedores e clientes?

A permissão de prazos médios de pagamento mais extensos para seus clientes, sem dúvidas, gera um impacto positivo sobre as vendas. Isso porque permite a aquisição de mercadorias ou serviços, de seu negócio, por clientes que não possuiriam o capital necessário para o pagamento à vista.

Ao falar do pagamento aos fornecedores, normalmente é possível conseguir alguns descontos e abatimentos, trabalhando com prazos médios de pagamento reduzidos. Isso por realizar o pagamento à vista a eles.

Dessa forma, entende-se que, proporcionando mais prazo para os clientes, sua empresa acaba elevando o faturamento. Ao pagar os fornecedores à vista, você poderá economizar na obtenção de matérias-primas e mão de obra. Com isso, é bem provável que sua empresa alcance um aumento considerável de lucro.

Ressalta-se, no entanto, que é necessário ter cautela, pois essa prática pode prejudicar o fluxo de caixa do empreendimento. É por esse motivo que, determinadas vezes, acontecem casos em que empresas bem lucrativas acaba passando por situações deficitárias de caixa e outros em que, embora as organizações estejam arcando com prejuízos, conseguem manter um caixa estabilizado.

Como montar um modelo ideal para o seu negócio?

Para toda empresa, é preciso que tudo seja analisado conforme as necessidades do negócio. É preciso levar em consideração as questões que envolvem a estratégia para definir como proceder com os prazos médios. Por exemplo, é fundamental observar se a concessão de prazos para os seus clientes realmente vai ampliar as vendas.

Outro ponto que você tem que conhecer é a lucratividade da empresa. Quando há o desbalanceamento dos prazos médios, é bem provável que seja necessário ter um maior capital de giro, o que o força a recorrer a empréstimos e financiamentos. Porém, nem sempre isso acaba sendo um problema, desde que o lucro do negócio acabe compensando os juros.

Além do mais, é essencial observar o cenário competitivo em que seu empreendimento está inserido. Assim, ter conhecimento dos prazos médios de recebimento adotados pelos seus concorrentes o ajuda a escolher qual é o melhor meio para que sua empresa não tenha prejuízos com as vendas. No tocante aos fornecedores, caso sua empresa seja pequena e sempre negocie com grandes deles, será bem difícil conseguir ter um poder de barganha eficaz.

Portanto, é fundamental que você calcule os prazos médios ideais para o seu negócio, visando à redução da necessidade de capital de giro. Também é importante conversar e negociar com seus clientes e fornecedores para saber qual o prazo ideal, mantendo uma boa relação, além de solidificar uma parceria de confiança.

Não se esqueça de que, assim como você, todo empreendimento almeja prazos maiores. Então, estabeleça aqueles em comum entre sua empresa, clientes e fornecedores. Além disso, a pesquisa de prazos não só afeta o setor financeiro de sua empresa, mas toda a cadeia de valor e o mercado em que seu negócio está inserido.

Gostou do nosso artigo sobre como definir o prazo médio de pagamento e recebimento? Que tal assinar nossa newsletter e receber conteúdos como este diretamente em sua caixa de entrada?


Compartilhar

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *