Como avaliar soluções para descompasso de crédito?

Compartilhar

A situação econômica de um país pode depender de muitas variáveis para se manter saudável ou não: política, PIB, taxa de desemprego, pandemias como o COVID-19, entre outros. Isso é algo recorrente em todo mundo, não somente no Brasil. Logo, as empresas precisam estar prontas para lidar com todos os tipos de cenários e evitar o descompasso de crédito.

Mas o que isso quer dizer? Na prática, é quando não existe uma harmonia entre os valores que a empresa vai receber e os investimentos que precisam ser aplicados, ou até mesmo quando o aumento de crédito diverge muito do aumento da economia. Esses fatores podem trazer complicações em médio e longo prazos para as empresas, pois podem prejudicar consideravelmente o fluxo de caixa.

Se você se encontra nessa situação, precisa agir urgentemente. Para ajudá-lo, elaboramos este artigo. Aqui, você descobrirá o que pode acarretar o descompasso de crédito e algumas soluções para resolver o problema. Confira!

Causas de um descompasso de crédito

Desequilíbrios financeiros que levam a descompassos de crédito podem ser consequência de má gestão interna. É preciso ficar atento a alguns sintomas que podem indicar que o caixa da sua empresa está passando por problemas desse tipo ou sofrerá com eles no futuro. Veja agora algumas das causas primárias que podem ocasionar em descompasso de crédito:

Aumento do prazo de venda

Em alguns setores, em especial o do comércio, o prazo está diretamente ligado à decisão de compra dos consumidores. Por isso, muitos empresários optam pela alternativa de prazo estendido, mas acabam sendo obrigados a investir em capital de giro. Se o aumento for realizado sem um planejamento correto, que analise todas as diretrizes possíveis, corre-se um risco muito grande de ocasionar um desequilíbrio financeiro.

Crescimento sem planejamento das fontes de recursos

Quando um empreendimento demonstra altas taxas de crescimento, mas com a mesma ou menor rentabilidade, é sinal de que algo não está correto. Essa situação é, com certeza, proveniente de um mal planejamento estratégico financeiro. Afinal, num momento positivo de venda, uma empresa automaticamente aumentaria o número de suas fontes de recursos.

Baixa produtividade do empreendimento

Se o negócio não está num bom momento e não consegue vender os produtos da empresa, isso gera um acúmulo no estoque, sendo obrigatória a utilização do capital de giro. Isso, por consequência, resultaria num desequilíbrio financeiro.

Outro problema relacionado à produtividade é quando existe a demanda, mas a empresa não possui a tecnologia ou a expertise dos concorrentes. Logo, tem que fazer horas extras para entregar pedidos dentro do prazo, apresenta quantidade de erros elevados e trabalha com alta taxa de desperdício. Esses problemas aumentam os custos e podem levar a empresa ao descompasso.

Retiradas de valores incompatíveis 

Numa empresa que têm vários sócios, é necessário uma concordância documentada sobre as retiradas de valores. Uma ação não planejada basta para que todo o trabalho do semestre ou do ano seja prejudicado. Além disso, quando os sócios desejam receber pró-labore acima da capacidade do empreendimento, é muito provável que surjam graves problemas financeiros.

Formas de resolver a situação

Agora que você descobriu as causas do descompasso de crédito, veja 3 medidas que podem ser tomadas para resolver esses problemas.

Antecipação ou adiantamento de recebíveis 

O adiantamento de recebíveis acontece quando a empresa transforma os compromissos que só receberia em longo prazo (parcelas de carnê, compras e vendas a prazo, duplicatas, cheques pré-datados, parcelas de cartões de crédito, entre outros) em dinheiro imediato para aplicar no fluxo de caixa.

Isso é possível quando as instituições financeiras se responsabilizam assumindo o recebimento dos valores no futuro dos títulos negociados. Entre as várias vantagens que uma empresa tem ao optar pelo adiantamento de recebíveis, podemos destacar:

  • Geralmente taxas mais competitivas que as de um empréstimo convencional: quando o empreendedor opta pelo adiantamento, ele não pega emprestado nenhum valor, apenas utiliza algo que já lhe pertence. Sendo assim, ele precisa pagar taxas de desconto, que são menores do que as taxas de empréstimo normais;
  • Rapidez nas transações: o processo para o adiantamento de recebíveis é rápido e sem muita burocracia. Isso ajuda a diminuir as chances de endividamento da empresa e facilita na negociação com fornecedores.

Trava de domicílio bancário

A trava ou manutenção de domicílio é o processo que garante que todas as transações efetuadas com cartões tenham os seus valores repassados – de forma obrigatória – para o domicílio bancário indicado pela empresa em questão.

A princípio, pode parecer que essa alternativa não faça tanta diferença, porém, poder escolher um domicílio bancário para receber benefícios traz grandes vantagens. Por exemplo:

  • negociar melhores taxas;
  • utilizar recursos que a companhia já possui por ser cliente do banco;
  • adicionar mais um produto na lista da empresa.

Além disso, qualquer outra transação se torna mais fácil de ser desenvolvida, devido ao relacionamento que a empresa já possui com a instituição financeira. A trava de domicílio abre um grande leque de alternativas para ajudar a empresa a equilibrar a sua saúde financeira.

Em resumo, este artigo mostrou que é importante que os empresários analisem como a gestão financeira está sendo feita dentro da companhia para que, assim, seja evitado o descompasso de crédito.Avalie as opções escolha a melhor alternativa para recuperar e alavancar o seu negócio. E se precisar da ajuda de um especialista para escolher a melhor solução  fale conosco!


Compartilhar

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *